Drogas de Abuso

Rede Coletora

Lista de Postos de Coleta para Exame Toxicológico

Opiáceos, pesquisa na urina

O teste abrange os seguintes compostos: Morfina; Coddeina; Meperidina; Procaina; Tebaina; Hidrocodona; Hidromorfona; Naloxano;

Comentário e Interpretação
Este é um teste de triagem para detecção de opiáceos na urina e neta testagem pode-se detectar uso de Heroína, Codeína e Morfina. Quando necessário, a quantificação é feita por técnica de cromatografia gasosa com espectrometria de massa. O tempo que a urina permanecerá positiva após o uso da droga depende de vários fatores tais como, tipo de usuário (pesado/crônico ou ocasional/agudo); tipo de droga e dose utilizada; condições físicas, idade, alimentação e quantidade de líquido ingerido. De uma maneira geral, podemos considerar os limites de 1 a 4 dias para o encontro de opiáceos na urina. Algumas drogas de outras classes e algumas substâncias normalmente presentes na urina podem positivar o teste.

Material/Amostra
Amostra de urina isolada.

Preparo do Paciente
Realizado somente com solicitação médica. Material colhido fora deve ser encaminhado até 3 horas após a coleta.

Método
Cromatografia em camada Delgada.

Valor de Referência
Não detectado.

Cocaína, pesquisa na urina

O teste detecta na urina os seguintes compostos: Benzoillecgonina; HCL Cocaína; HCL Ecgonina;

Comentários e Interpretação
A cocaína é um alcalóide presente nas folhas da planta chamada coca. É um potente estimulante do sistema nervoso central, mantendo o estado de alerta e euforia. Possui efeito semelhante ao da anfetamina, porém de mais curta duração. A base bioquímica da ação destas duas drogas é a mesma, ou seja, bloqueiam a retomada da dopamina pela terminação sináptica, prolongando, portanto, sua ação. O uso não médico da cocaína, geralmente, é feito por insuflação nasal direta ou inalação da fumaça. A intoxicação aguda pode produzir crise convulsiva, arritmia cardíaca, infarto do miocárdio, hipertensão, hipertermia e morte súbita. A cocaína gera dois metabólitos inativos: metil-ester-ecgonina e benzoilecgonina, sendo este último o principal metabólito encontrado na urina. As meias vidas são, da cocaína de 0,5 a 1,5horas, da metil-ester-ecgonina 3 a 4 horas e da benzoilecgonina de 4 a 7 horas. O teste de triagem, que é um imunoensaio, pode detectar a benzoilecgonina até 3 dias após um uso único. Indivíduos em uso crônico e com altas doses podem ter este prazo estendido para 10 a 22 dias após a última dose.
Exame utilizado na triagem de abuso de droga. O tempo que a urina permanece positiva após o uso da droga depende de vários fatores, tais como: – tipo de usuário (pesado/crônico ou ocasional/agudo) – tipo de droga e dose utilizada – fatores individuais: condições físicas, idade, alimentação e quantidade de líquido ingerido. Algumas drogas de outras classes e algumas substâncias normalmente presentes na urina podem fornecer resultados falso-positivos. Este é um teste de triagem, caso seja necessário, a substância pode ser quantificada por cromatografia gasosa com espectrometria de massa.

Material/Amostra
Amostra de urina isolada

Preparo do Paciente
Realizado somente com solicitação médica. Estar há 2 horas sem urinar. Preferencialmente não estar menstruada, se estiver, colher com tampão vaginal. Não fazer uso de cremes ou óvulos vaginais 24 horas antes da coleta.

Método
Cromatografia em Camada Delgada.

Valor de Referência
Não detectado.

Canabinóides, pesquisa na urina

O teste detecta na urina os seguintes compostos: Canabinol;

Comentários e Interpretação
Este é um teste de triagem, se necessário quantificar a substância, deverá ser solicitado técnica de cromatografia gasosa com espectrometria de massa). O tempo que a urina permanece positiva após o uso da droga depende de vários fatores tais como tipo de usuário (pesado/crônico ou ocasional/agudo), tipo de droga e dose utilizada, condições físicas, idade, alimentação e quantidade de líquido ingerido. De um modo geral, podemos considerar os seguintes limites: uso ocasional – 7 dias uso crônico – 5 dias a 4 semanas Algumas drogas de outras classes e algumas substâncias normalmente presentes na urina podem fornecer resultados falso-positivos.

Material/Amostra
Amostra de urina isolada.

Preparo do Paciente
Material colhido com coleta assistida. Este exame não se destina para fins médico-legais.

Método
Cromatografia em Camada Delgada.

Valor de Referência
Não detectado.

Anfetaminas, pesquisa na urina

O teste abrange os seguintes compostos: Anfetaminas; D,L Sulfato de Anfetamina; Metilenodioxianfetamina; B-Fenetilamina; Fentemina; 3-OH- Tiramina; Triptamina;

Comentário e Interpretação
O exame é útil em casos de suspeita de abuso medicamentoso. Anfetaminas são utilizadas no tratamento de algumas disfunções cerebrais e como anoréticos. A urina é submetida a uma triagem para detectar a presença de anfetaminas, no caso de abuso destas drogas. Caso positivo pode ser quantificada por outras técnicas. O tempo que a urina permanece positiva após o uso da droga depende de vários fatores: – tipo de usuário (pesado/crônico ou ocasional/agudo) – tipo de droga e dose utilizada – fatores individuais: condições físicas, idade, alimentação e quantidade de líquido ingerido. De uma maneira geral, podemos considerar para ANFETAMINA, até 2 dias, dependendo do pH urinário. Algumas drogas de outras classes e algumas substâncias normalmente presentes na urina podem fornecer resultados falso- positivos. Alguns medicamentos utilizados para regime de emagrecimento possuem anfetaminas em quantidade suficiente para positivar o teste. Este é um teste de triagem. Se for preciso quantificar a substância, o material deverá ser submetido à técnica de cromatografia gasosa com espectrometria de massa.

Material/Amostra
Amostra de urina isolada.

Preparo do Paciente
Exame realizado somente por solicitação médica. Não fazer uso de creme/óvulo vaginal nas 24 horas que antecedem o exame.

Método
Cromatografia em camada Delgada.

Valor de Referência
Não detectado.

Metanfetaminas(MDMA), pesquisa da urina

O teste abrange os seguintes compostos: D,L-3,4 Metilenodioximetanfetamina HCL(MDMA); 3,4 – Metilenodioxianfetamina(MDA); 3,4- Metilenodioxietilanfetamina;

Comentário e Interpretação
Este é um teste de triagem para detecção de Ecstasy na urina. Quando necessário, a quantificação é feita por técnica de cromatografia gasosa com espectrometria de massa. O tempo que a urina permanecerá positiva após o uso da droga depende de vários fatores tais como, tipo de usuário (pesado/crônico ou ocasional/agudo); tipo de droga e dose utilizada; condições físicas, idade, alimentação e quantidade de líquido ingerido. De uma maneira geral, podemos considerar os limites de 1 a 2 dias para o encontro de  ecstasy na urina. Algumas drogas de outras classes e algumas substâncias normalmente presentes na urina podem positivar o teste.

Material/Amostra
Amostra de urina isolada.

Preparo do Paciente
Realizado somente com solicitação médica. Material colhido fora deve ser encaminhado até 3 horas após a coleta.

Método
Cromatografia em camada Delgada.

Valor de Referência
Não detectado.

Novidades

Qualidade da Água para Consumo Humano

O Sistema de Informação da Vigilância ...

Receba novidades

Cadastre-se e receba boletins exclusivos.

CONTATO RÁPIDO




ACOMPANHE

© 2019 - Toximed